O Porque Deste Blog

Blog dedicado a todos que queiram saber mais sobre Dependência Química, suas causas e consequências.

Entender que o drogado não é um vagabundo, sem vergonha e sim um doente que precisa de ajuda de todos e que o familiar também adoece tanto ou mais que o dependente.

Espero que quem aqui passar leve consigo um a esperança de dias melhores e que possam compreender e buscar saber cada vez mais sobre esta doença.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Projeto Mães da Luz

A Prefeitura de São Paulo começou na  terça, 27 de Junho , às 9h, na Rua Libero Badaró, 119, o projeto Mães da Luz, iniciativa direcionada a familiares de dependentes químicos, em especial usuários de crack. Coordenado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), o projeto busca oferecer informações e orientações aos familiares dos dependentes, conscientizando sobre a importância do tratamento e acompanhamento de seus parentes.
“Muitas famílias não sabem que dependência de drogas é uma doença que atinge parcela da população e que não escolhe classe social. Pela falta de conhecimento, os familiares, por vezes, sentem culpa, vergonha, medo e não sabem como agir com as consequências da dependência. Ficam doentes quem usa a droga e quem convive com o dependente”, afirma a secretária municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Eloisa Arruda.
No projeto, os familiares recebem todo o aporte necessário com orientações sobre como buscar o tratamento e acompanhamento para o dependente químico na rede pública de Saúde e de Assistência Social. Além disso, caso alguém tenha perdido contato com o seu familiar por causa do uso de drogas, o Mães da Luz contará com uma equipe que fará a busca nos bancos de dados de outras pastas municipais para auxiliar na localização.
O programa promove a capacitação de funcionários de outros órgãos a fim de que auxiliem nesse trabalho. As mães e os familiares que procurarem o projeto serão incentivados a participar de grupos de apoio, de auto e mútua ajuda, gratuitos e já existentes no município, para que sejam orientados sobre as etapas do tratamento, estabilização e reinserção social, atingindo assim uma melhor qualidade de vida.
O atendimento será de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Também está prevista a utilização de espaços das Prefeituras Regionais e dos Centros de Referência mantidos pela SMDHC para palestras de orientação e apoio à população para estimular e motivar a busca por ajuda.

Depoimento de uma mãe que esteve no Projeto dia 04 de Julho
"Estive lá hoje. E olha pra todos familiares. Somos atendidas com muito carinho. Atenção com excelência.
Compareçam  lã vai atrás dos familiares e ajuda deles é  maravilhosa. Vão nem que seja pra conhecer. Indiquem para as famílias que precisam. Lá teremos um aconselhamento, e encaminham p grupos de ajuda.Muito bom mesmo devemos postar em todos grupos. São pessoas abençoadas. Nos atende com abraço.Só  Gratidão"

Bom pessoal, este projeto é fantástico por enquanto tem somente na cidade de São Paulo, mais devemos TODOS nós divulgar, divulgar e divulgar muito
Eu peço muito a Deus que os irmãs envolvidos no projeto tenham muita força para seguir tocante em frente este belo trabalho e que inúmeras pessoas necessitam tanto.
E para quem está lendo eu solicito: DIVULGUEM! REPASSEM ESTA INFORMAÇÃO!